Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10117
Title: Caracterização fitoquímica de frações enriquecidas com flavonoides e proantocianidinas por CLUE-DADESI/EM de espécies medicinais do gênero Ouratea.
Authors: Ferreira, Gabriel Monteze
metadata.dc.contributor.advisor: Brandão, Geraldo Célio
Souza, Gustavo Henrique Bianco de
Keywords: Ochnaceae
Viroses
Zika vírus
Issue Date: 2018
metadata.dc.contributor.referee: Brandão, Geraldo Célio
Bertolucci, Suzan Kelly Vilela
Nascimento, Andréa Mendes do
Citation: FERREIRA, Gabriel Monteze. Caracterização fitoquímica de frações enriquecidas com flavonoides e proantocianidinas por CLUE-DADESI/EM de espécies medicinais do gênero Ouratea. 2018. 128 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) – Escola de Farmácia, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2018.
Abstract: Extratos etanólicos de folhas e caule da espécie Ouratea castaneifolia, folhas de Ouratea spectabilis e caule de Ouratea semiserrata, pertencentes à família botânica Ochnaceae, empregadas para tratamento sintomático de doenças possivelmente relacionadas a infecções virais (critério etnofarmacológico) ou taxonomicamente relacionadas a esta (critério taxonômico) tiveram a atividade citotóxica avaliada pelo método colorimétrico do MTT em linhagem celular Vero. Os extratos foram preparados por percolação exaustiva com EtOH 92,8º GL e submetidos à análise por CCD e Cromatografia Líquida de Ultra Eficiência de Fase Reversa acoplado a detector Arranjo de Diodos e Espectrômetro de Massas (CLUE-FR-DAD-EM). Utilizou-se uma coluna CSH130 C18, detecção no UV (220-400 nm) e sistema de electrospray ionization (ESI). Os extratos e suas frações apresentaram citotoxicidade com CC50 variando entre 12,7μg/mL a 586,5 μg/mL. Nas análises por CCD e CLUE-FR detectou-se a presença de triterpenos, esteroides, flavonoides e taninos. Análises por CLUE-MS dos extratos permitiram a identificação parcial de flavonoides majoritários e proantocianidinas entre eles: Vitexina, Orientina, Luteolina-7-O-glicuronídeo, Luteolina-7-O-rutinosídeo, Lanaraflavona, 7,4’’’-di-O-metil-lanaraflavona, hinokiflavona, Amentoflavona, 7’’,4’’’-di-O-metil-amentoflavona, 7,7’’-di-O-metilamentoflavona, 4’,4’’’,7,7’’-tetra-O-metil-amentoflavona, 7-Ometilrobustaflavona, 7,7’’-di-O-metilagathisflavona e 6,6’’-bigenkwanina, rutina, (epi)-catequina, (epi)-catequina-(epi)-catequina, (epi)-catequina-(epi)- catequina-(epi)-catequina e (epi)-catequina-(epi)-catequina-(epi)-catequina- (epi)-catequina. Os extratos foram testados através de ensaio antiviral pelo método colorimétrico do MTT contra Zika vírus (ZIKAV), apresentando valores de concentração efetiva a 50% (CE50) que variou de 35,13 a 312,7μg/mL demonstrando que estes extratos são potenciais fontes de substâncias antivirais.
metadata.dc.description.abstracten: The ethanol extracts of leaves and stem from the species Ouratea castaneifolia, Ouratea spectabilis and Ouratea semiserrata which belong to the family of the Ochnacea, employed to the treatment of diseases possible caused by viral infection (ethnopharmacological criteria) or taxonomically related to this family (taxonomic criteria) had their cytotoxic activity evaluated by the MTT colorimetric method for Vero cells. The extracts were prepared by exhaustive percolation with ethanol 92,8° GL and analysed by TLC (Thin Layer Chromatography) and Ultra Performance Liquid Chromatography coupled to Detector Diodes Array and Mass Spectrometer (UPLC-RP-DAD-MS). The UPLC analysis were performed at 40°C with a CSH130 C18 column, detection by UV (220-400) and Electrospray Ionization (ESI). It extracts and fractions showed cytotoxicity varying the CC50 from 12.7 to 586.5 μg/mL for Vero cells. The TLC and RP-UPLC analysis detected the presence of triterpenes, steroids, flavonoids e tannins. The UPLC-MS analysis were able to partially identify that the main flavonoids and proanthocyanidin in the extracts are being Vitexin, Orientin, Luteolin-7-O-glucuronide, Luteolin-7-O-rutinoside, Lanaraflavone, 7,4’’’-di-O-methyl-lanaraflavone, hinokiflavone, Amentoflavone, 7’’,4’’’-di-Omethyl- amentoflavone, 7,7’’-di-O-methyl-amentoflavone, 4’,4’’’,7,7’’-tetra-Omethyl- amentoflavone, 7-O-methylrobustaflavone, 7,7’’-di-Omethylagathisflavone, 6,6’’-bigenkwanin, Rutin, (epi)-catechin, (epi)-catechin- (epi)-catechin, (epi)-catechin-(epi)-catechin-(epi)-catechin and (epi)-catechin- (epi)-catechin-(epi)-catechin-(epi)-catechin. The extracts antiviral activity against Zika vírus (ZIKAV) were tested by the MTT assay, showing Effective Concentration 50% (EC50) varying from 35,13μg/mL to 312,7μg/mL demonstrating these extracts are potential sources of antiviral substances.
Description: Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas. CIPHARMA, Escola de Farmácia, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10117
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 24/08/2018 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite a adaptação.
Appears in Collections:CIPHARMA - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_CaracterizaçãoFitoquímicaFrações.pdf3,74 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons