Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10061
Title: Avaliação de sintomas climatéricos, parâmetros antropométricos e laboratoriais em praticantes de yoga.
Authors: Souza, Laura Alves Cota
metadata.dc.contributor.advisor: Lima, Angélica Alves
Keywords: Fármacos e medicamentos
Climatério
Menopausa
Práticas integrativas e complementares
Issue Date: 2018
metadata.dc.contributor.referee: Lima, Angélica Alves
Batista, Rodrigo Siqueira
Guimarães, Andrea Grabe
Citation: SOUZA, Laura Alves Cota e. Avaliação de sintomas climatéricos, parâmetros antropométricos e laboratoriais em praticantes de yoga. 2018. 110 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) – Escola de Farmácia, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2018.
Abstract: O climatério está associado à ocorrência de diversos sintomas, alterações antropométricas e laboratoriais que afetam a qualidade de vida das mulheres que o vivenciam. As terapias integrativas e complementares, onde está inserido o Yoga, vêm sendo amplamente utilizadas para estes sintomas e alterações. Todavia, ainda não há evidências concretas sobre a utilização do Yoga no climatério/menopausa. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar os sintomas climatéricos, parâmetros antropométricos e laboratoriais em praticantes de Yoga, buscando conhecer a influência da prática na saúde e na qualidade de vida nesta fase de transição fisiológica feminina. Para tal, foram selecionadas 28 mulheres entre 40 e 65 anos praticantes de Yoga há pelo menos cinco anos. Como controle, foram selecionadas mulheres na mesma faixa etária que constituíram dois grupos: praticantes de atividade física há no mínimo cinco anos (AF) (n=30) e Sedentárias (n=50). Foram realizadas entrevistas, coletas de sangue para avaliação bioquímica e hormonal, medidas antropométricas e de pressão arterial. A partir destes resultados foi determinada a frequência de síndrome metabólica, calculados índices de adiposidade, de risco cardiovascular e de osteoporose. Todas as análises foram realizadas na amostra total e de acordo com o status menopausal. Quando analisada a amostra total, os resultados das praticantes de Yoga foram, em geral, melhores aos dos demais grupos. Yoga apresentou significativamente em relação às praticantes de AF e Sedentárias (p<0,05) menos sintomas vasomotores, menor peso (58,8 x 61,2 x 69,3 kg), índice de massa corporal (IMC) (22,1 x 23,8 x 27,0 kg/m2), porcentagem de gordura corporal (GC) (29% x 31% x 37%), glicose (84,0 x 91,5 x 91,0 mg/dL), insulina (3,4 x 4,1 x 7,1 μUI/mL), HOMA-IR (0,7 x 0,9 x 1,7) e menor frequência no uso de medicamentos (25,0% x 73,3% x 66,0%). A análise de acordo com o status menopausal mostrou que praticantes de Yoga apresentaram, de forma geral, resultados em pré-menopausa (préM) mais variáveis e melhores em relação à pós-menopausa (pósM). Porém, mesmo com os efeitos do hipoestrogenismo já estabelecidos em pósM, Yoga demonstrou ser eficaz na redução e/ou prevenção de vários sintomas climatéricos (nervosismo, parestesia, ansiedade, relacionados ao sono e à memoria/concentração), de alterações no peso, IMC, GC e CC, insulina e HOMA-IR. Desta forma, os resultados deste estudo corroboram para a utilização do Yoga como terapia integrativa e complementar em mulheres no climatério.
metadata.dc.description.abstracten: Climacteric is associated with the occurrence of several symptoms, anthropometric and laboratory changes that affect the women’s quality of life who experience it. Integrative and complementary therapies, such as Yoga, have been widely used for these symptoms and alterations. However, there is not concrete evidence on the use of Yoga in climacteric/menopause. Thus, the aim of this study was to evaluate climacteric symptoms, anthropometric and laboratory parameters in Yoga practitioners, in order to know the influence of this practice on health and quality of life in this phase of female physiological transition. Were selected 28 women between 50 and 65 years old who have practiced Yoga for at least five years. As a control group, women in the same age range were selected: physical activity practitioners for at least five years (PA) (n=30) and sedentary (n=50). Interviews, blood pressure measurement, anthropometric and laboratory evaluation were performed. Frequency of metabolic syndrome was determined and adiposity indices, risk of cardiovascular diseases and osteoporosis were calculated. All analysis were performed on the total sample and according to menopausal status. When the total sample was analyzed, the results of Yoga practitioners were generally better than the other groups. The Yoga group presented in relation to the practitioners of PA and Sedentary (p <0.05) significantly less vasomotor symptoms, lower body mass index (BMI) (22,1 x 23,8 x 27,0 kg/m2), body fat percentage (29% x 31% x 37%), glucose (84,0 x 91,5 x 91,0 mg/dL), insulin (3,4 x 4,1 x 7,1 μUI/mL), HOMA-IR (0,7 x 0,9 x 1,7) and frequency of drugs use (25,0% x 73,3% x 66,0%). The analysis according to the menopausal status showed that Yoga practitioners presented generally more variable and better results in premenopausal (preM) than in postmenopausal (posM). In preM the results were very close to the total sample. In postM, even with the effects of hypoestrogenism already established, Yoga has demonstrated to be effective in the reduction and/or prevention of several climacteric symptoms (nervousness, paresthesia, anxiety, sleep and memory/concentration disturbances), anthropometric (weight, BMI, body fat percentage and waist circumference) and laboratory parameters related to carbohydrate metabolism (insulin and HOMA-IR). Thus, the findings of this research corroborate to the use of Yoga as integrative and complementary therapy in climacteric women.
Description: Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas. CIPHARMA, Escola de Farmácia, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10061
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 09/07/2018 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite a adaptação.
Appears in Collections:CIPHARMA - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_AvaliaçãoSintomasClimatéricos.pdf1,56 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons