Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/10048
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorChaves, Cláudia Maria das Graçaspt_BR
dc.contributor.authorOliveira, Juliana Jardim de Oliveira e-
dc.date.accessioned2018-08-03T13:58:10Z-
dc.date.available2018-08-03T13:58:10Z-
dc.date.issued2017-
dc.identifier.citationOLIVEIRA, Juliana Jardim Oliveira e. A Guerra Civil no espaço Atlântico : a secessão norte-americana nos debates parlamentares brasileiros (1861-1865). 2017. 246 f. Tese (Doutorado em História) - Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2017.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10048-
dc.descriptionPrograma de Pós-Graduação em História. Departamento de História, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto.pt_BR
dc.description.abstractA década de 1860 tem sido analisada como um período internacional de crise que serviu de palco para debates e conflitos sobre temas fundamentais e subjacentes ao século XIX. Em xeque estavam o futuro da escravidão no mundo atlântico, o republicanismo, a democracia, a consolidação dos estados nacionais e suas tendências centralizadoras ou descentralizadoras, a guerra como elemento de formação do Estado nacional e a consolidação de um concerto internacional de nações em um mundo capitalista em desenvolvimento. A década de 1860 tem sido analisada como um período internacional de crise que serviu de palco para debates e conflitos sobre temas fundamentais e subjacentes ao século XIX. Em xeque estavam o futuro da escravidão no mundo atlântico, o republicanismo, a democracia, a consolidação dos estados nacionais e suas tendências centralizadoras ou descentralizadoras, a guerra como elemento de formação do Estado nacional e a consolidação de um concerto internacional de nações em um mundo capitalista em desenvolvimento. Neste contexto, a Guerra Civil nos Estados Unidos foi um dos eventos mais importantes no continente americano. Por muito tempo compreendida pela historiografia norte-americana como um evento essencialmente nacional, hoje a Guerra Civil tem sido analisada sob um ponto de vista internacionalizado, revelando que o conflito endereçou diversas questões políticas, econômicas e sociais que, em realidade, correspondiam a dilemas de escopo atlântico. Considerando, portanto, que a Guerra de Secessão reverberou para além das fronteiras norte-americanas, esta tese analisou como referido conflito impactou nos debates parlamentares da Câmara do Deputados do Brasil entre os anos de 1861 e 1865, no intuito de compreender como importantes questões endereçadas pelo conflito foram recebidas, pensadas e reelaboradas pelos deputados brasileiros a partir de suas experiências políticas próprias, nacionais e regionais. O Brasil teve papel de relevo no contexto atlântico e no concerto de nações. O Império era não apenas o segundo maior país nas Américas, exercendo grande influência regional, mas também o segundo maior país independente escravista no mundo. Brasil e Estados Unidos estavam, portanto, interconectados no espaço atlântico e enfrentavam dilemas similares e fundamentais para o processo de consolidação nacional. O objetivo desta tese é demonstrar que diversas questões pertinentes à época eram relevantes não apenas em um escopo nacional, e que as relações entre Brasil e Estados Unidos neste período eram mais conectadas do que foi descrito até agora. Para realizar esta análise, partiu-se das possibilidades oferecidas pela História Atlântica como referencial teórico e das novas interpretações sobre a Guerra Civil nos Estados Unidos, que a compreendem como fenômeno de alcance internacional. Espera-se que este trabalho contribua para uma melhor compreensão das relações entre Brasil e Estados Unidos na segunda metade do século XIX, revelando imbricações em suas histórias no que se refere notadamente à formação do Estado nacional e ao impacto da Guerra na política, na economia e nas sociedades dessas nações. Espera-se contribuir também para o desmantelamento das perspectivas historiográficas tradicionais, que tenderam a colocar Brasil e Estados Unidos em lados opostos de formação ou como as grandes exceções do continente americano.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsabertopt_BR
dc.subjectBrasil - históriapt_BR
dc.subjectEstados Unidos - historia - guerra civil - 1861-1865pt_BR
dc.subjectEstado nacionalpt_BR
dc.titleA Guerra Civil no espaço Atlântico : a secessão norte-americana nos debates parlamentares brasileiros (1861-1865).pt_BR
dc.title.alternativeAn Atlantic war : the American civil war in the congressional debates in Brazil (1861-1865).pt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 26/06/2018 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.pt_BR
dc.contributor.refereeChaves, Cláudia Maria das Graçaspt_BR
dc.contributor.refereeFernandes, Luiz Estevam de Oliveirapt_BR
dc.contributor.refereeCosta, Wilma Perespt_BR
dc.contributor.refereePimenta, João Paulo Garridopt_BR
dc.contributor.refereeIzecksohn, Vitorpt_BR
dc.description.abstractenThe decade of the 1860s has been analyzed as an international period of crisis that served as the stage for debates and conflicts over fundamental and underlying themes of the nineteenth century. At stake were the future of slavery, republicanism, democracy, the consolidation of the nation-states and its centralized and decentralized tendencies, war as an important element in nation-building and the consolidation of a concert of nations in a developing capitalist world of the nineteenth century. In this context, the American Civil War was one of the most important events to take place in the American continent. For a long time described as a particularly national conflict by the American historiography, it is now understood and assessed from an international perspective, showing that the strife addressed many political, economic, and social conflicts that, in truth, corresponded to international and Atlantic dilemmas. Brazil played an important role of this Atlantic context and concert of nations. Not only it was the second largest country in the Americas, exerting great regional influence, but also the second largest independent slave country in the world. Brazil and United States were, therefore, interconnected in this Atlantic space, and had to face similar dilemmas and fundamental issues concerning national formation. Considering that the Civil War reverberated throughout this world, this dissertation has investigated how it influenced debates in the Lower House of Congress in Brazil between 1861 and 1865, revealing how some of these very important questions addressed or even anticipated by the American conflict were received, reflected upon and re-elaborated by Brazilian congressmen within their own national and regional political experiences. Particularly important here is the idea of war and its aftermath as an important factor in national construction in the Americas. The objective is to demonstrate that many issues were, in fact, not merely national in scope, but also Atlantic. It will also show that the political relationship between Brazil and the United States at this time was closer than it has been described until now. In order to do so, the Atlantic history approach was used as a theoretical reference, together with the new interpretations of the American Civil War in the American historiography, which understand the American war as an international phenomenon. The findings from this study make an important contribution to the understanding of the relationship between Brazil and the United States during the second half of the nineteenth century, whilst demonstrating that their histories were much more imbricated considering their processes of national formation and the importance for political, economic and social aspects of the Nation-state. It is also expected that it contributes to dismantling traditional historiographical perspectives that have placed Brazil and the US as great exceptions in the American continents.pt_BR
Appears in Collections:PPGHis - Doutorado (Teses)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE_GuerraCivilEspaço.pdf2,17 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons