Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10046
Title: Arte e moral em Shaftesbury.
Authors: Magalhães, Eliezer Guedes de
metadata.dc.contributor.advisor: Kangussu, Imaculada Maria Guimarães
Keywords: Filosofia moderna
Natureza
Paixões
Issue Date: 2017
metadata.dc.contributor.referee: Kangussu, Imaculada Maria Guimarães
Nascimento, Luís Fernandes dos Santos
Freitas, Romero Alves
Citation: MAGALHÃES, Eliezer Guedes de. Arte e moral em Shaftesbury. 2017. 165 f. Dissertação (Mestrado em Estética e Filosofia da Arte) - Instituto de Filosofia, Artes e Cultura, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2017.
Abstract: O objetivo desta dissertação é investigar a relação entre arte e moral na filosofia de Anthony Ashley Cooper, Terceiro Conde de Shaftesbury (1671-1713). Para tanto, um trajeto foi traçado. Primeiro, foi preciso passar pela crítica de Shaftesbury à filosofia moderna, já que algumas de suas ideias são reações a determinadas elaborações teóricas de então. Posteriormente, percorreu-se sua concepção de natureza – que contrasta com a de muitos de seus contemporâneos e serve de fundamento tanto para sua teoria das paixões quanto para sua compreensão do papel da arte no âmbito do humano. Por derradeiro, analisou-se certos aspectos da aproximação que o filósofo intentava realizar, em seus últimos escritos, entre motivos morais e as artes do desenho. Ao longo do percurso, que atravessou as principais obras do filósofo inglês, uma série de noções e de conceitos foram abordados. Dentre eles, destacam-se o de universo, enquanto todo organizado, fruto de um design; o de beleza, como harmonia e conveniência; o de homem, que, na qualidade de ser racional e moral, deve controlar suas fantasias; e o de arte, como importante e inseparável parceira da virtude.
metadata.dc.description.abstracten: This dissertation’s goal is to investigate the relation between art and morality towards the philosophy of Anthony Ashley Cooper, 3rd Earl of Shaftesbury (1671-1713). In intention of doing so, a path was traced. First, it was needed to go through Shaftesbury’s criticism over modern philosophy, since some of his ideas are reactions to specific theoretical elaborations from the mentioned age. Posteriorly, his conception about nature was traversed – which contrasts with many of his contemporaneous and suits as threshold either to his theory of passions or to his comprehension about the role of art in human competence. Furthermore, aspects of the philosopher’s approximation between moral themes and drawing arts were analyzed. Along the way, which went through the English philosopher’s main works, a series of notions and conceptions were approached. Among them, it stands out the concept of universe, as an organized whole, born from design; of the beauty, as harmony and convenience; of the man, who, in the quality of a moral and rational being, must control his fancies; and of the art, as an important and inseparable partner of virtue.
Description: Programa de Pós-Graduação em Filosofia. Departamento de Filosofia, Instituto de Filosofia, Artes e Cultura, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10046
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 01/06/2017 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:PPGEFA - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_ArteMoralShaftesbury.pdf2,65 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons