Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/8696
Título: Finos de agregados reativos na minimização da reação álcali-agregado.
Autor(es): Oliveira, Magno André de
Orientador(es): Bezerra, Augusto Cesar da Silva
Palavras-chave: Geotecnia
Sustentabilidade
Concreto
Data do documento: 2017
Membros da banca: Bezerra, Augusto Cesar da Silva
Lima, Hernani Mota de
Paiva, Paulo Renato Perdigão de
Referência: OLIVEIRA, Magno André de. Finos de agregados reativos na minimização da reação álcali-agregado. 2017. 136 f. Dissertação (Mestrado em Geotecnia) - Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2017.
Resumo: Objetivado ao desenvolvimento de um novo produto que minimize a Reação Álcali Agregado RRA, avaliou-se a utilização de finos de rochas reativas em substituição ao cimento Portland. Para isso foram dosadas argamassas para o ensaio acelerado de expansibilidade por RAA com substituição do cimento Portland por finos de rochas reativas nos percentuais de 10, 20 e 30%. Como rocha reativa, foi utilizado o basalto usado na construção da usina hidrelétrica de Nova Ponte. Os materiais utilizados foram caracterizados por microscopia eletrônica de varredura, difração de raios X, granulometria, petrografia. As argamassas foram caracterizadas por microscopia eletrônica de varredura, difração de raios X, absorção de água, índice de vazios, massa específica, resistência à compressão, módulo de elasticidade, flexão e expansibilidade acelerada em prismas de argamassas. Os resultados apresentados pelo MEV, revelaram que quanto maior o percentil adicionado de finos, menor é a ocorrência patológica nas argamassas. Ademais, o material apresenta um caráter inibidor pela difração de raio X, a qual observou-se que, nenhum novo produto foi gerado pelo material adicionado e nem pela condição de cura dos CPs. Em relação ao resultado de petrografia, confirmou-se a reatividade do material usado, tendo como composição 30% de vidro vulcânico. Sob a determinação da absorção de água por imersão - Índice de vazios e massa específica, os resultados avaliados pelo método estatístico Scott_Knott demostram que, independente das substituições, os compósitos se apresentam semelhantes. Referente aos ensaios mecânicos de compressão, a argamassa contendo 10% m/m são semelhantes ao padrão e quanto maior a substituição de cimento CPV menor e a sua resistência. A tração na flexão, revela que quanto maior o percentil adicionado melhor é o seu comportamento, o mesmo pode-se afirmar para o módulo de elasticidade. Por fim, o ensaio de expansibilidade das argamassas contendo substituição de 20 e 30 (% m/m), demostram-se ser 100% eficientes, inibindo por completo a RAA. Neste contexto, após avaliação de todos os resultados, concluiu-se que os finos adicionados são eficientes como material pozolânico e minimizador da expansibilidade, sem alterações significativas das demais propriedades dos compósitos.
Resumo em outra língua: Aiming at development of a new product that minimizes the AAR Alkaline Aggregate Reaction, the use of reactive rock fines to replace Portland cement was evaluated. For this purpose, mortar was used for the accelerated AAR expansion assay with replacement of Portland cement by reactive rock fines in the percentages of 10, 20 and 30%. Basalt used in the construction of the Nova Ponte hydroelectric power plant was used as reactive rock. The materials used were characterized by scanning electron microscopy, X-ray diffraction, granulometry, petrography. The mortars were characterized by scanning electron microscopy, X-ray diffraction, water absorption, voids index, specific mass, compressive strength, modulus of elasticity, flexure and accelerated expansibility in mortar prisms. The results presented by SEM showed that the higher the percentile of fines added, the lower the pathological occurrence in mortars. In addition, the material has an inhibitory character by the X-ray diffraction, which was observed that, no new product was generated by the added material nor by the curing condition of the CPs. In relation to the petrography result, the reactivity of the used material was confirmed, having as composition 30% of volcanic glass. Under the determination of water absorption by immersion - Index of voids and specific mass, the results evaluated by the statistical method Scott_Knott, show that regardless of the substitutions, the composites are similar. Regarding the mechanical compression tests, the mortar containing 10% m / m is similar to standard and the larger the substitution of smaller CPV cement and its strength. The tensile strength in flexion reveals that the higher the percentile added, the better its behavior, the same can be said for the modulus of elasticity. Finally, the morphability assay of mortar containing 20 and 30% (m / m) substitution, is shown to be 100% efficient, completely inhibiting AAR. In this context, after evaluation of all the results, it is concluded that the added fines are efficient as pozzolanic material and minimizing the expandability, without significant changes of the other properties of the composites.
Descrição: Programa de Pós-Graduação em Geotecnia. Núcleo de Geotecnia, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/8696
Licença: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo autor(a), 07/03/2017, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante.
Aparece nas coleções:POSGEO - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTACAO_FinosAgregadosReativos.pdf2,95 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciado sob uma Licença Creative Commons Creative Commons