Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/8241
Título: Do Íon a República : é possível afirmar um avanço da crítica à poesia?
Autor(es): Santos, Lorena Ferreira dos
Orientador(es): Grammont, Guiomar de
Palavras-chave: Platão
Filosofia
Poesia
Pólis
Paideia
Data do documento: 2017
Membros da banca: Grammont, Guiomar de
Coelho, Venúncia Emília
Silva, Hélio Lopes da
Referência: SANTOS, Lorena Ferreira dos. Do Íon a República : é possível afirmar um avanço da crítica à poesia? 2017. 73 f. Dissertação (Mestrado em Estética e Filosofia da Arte) - Instituto de Filosofia, Artes e Cultura, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2017.
Resumo: Essa dissertação tem o propósito de investigar passagens das obras Íon e A República de Platão, apresentando que é plausível afirmar a possibilidade de haver um desenvolvimento da crítica da poesia homérica de uma obra para outra. Analisando o contexto teatral de ambas as obras, elaboramos diversas convergências e divergências, com o intuito de compreender as estratégias utilizadas por Platão, para isso utilizaremos os conceitos de Enthusiasmós e Mímesis para evidenciar algumas semelhanças nos diálogos, bem como apresentar possíveis ferramentas na construção platônica da crítica da poesia. Ao expressar que a poesia não resulta de τέτνη, o filósofo reforça a ideia de que a poesia de forma alguma esta associada ao conhecimento específico de algo (epistéme), logo não é legítima para fundamentar a paideia dos cidadãos de uma cidade-modelo.
Resumo em outra língua: The goal of this thesis is to investigate excerpts of the works Ìon and The Republic by Plato, presenting that is plausible states the possibility to have one development of Homeric's poetry critics from one work to another. Analysing the artistic context of both works, we elaborate various convergences and divergences, with the aim to understand the strategies used by Plato, for this we will use the concepts of Enthusiasmos and Mimesis to put on evidence some similarities in the dialogues, As well as presenting possible tools in the Platonic construction of the critique of poetry. In expressing that poetry does not result from tekhne, the philosopher reinforces the idea that poetry is in no way associated with specific knowledge of something (episteme); therefore, it is not legitimate to base the paideia of the citizens of a model city.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/8241
Licença: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo autor, 19/05/2017, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Aparece nas coleções:PPGEFA - Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_ÍonRepúblicaPossível.pdf750,59 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.