Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/7549
Título: O Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional em Minas Gerais : estrutura organizacional e operacional, recursos humanos, materiais e financeiros segundo as Gerências Regionais de Saúde.
Autor(es): Carvalho, Isabela Peres
Orientador(es): Silva, Camilo Adalton Mariano da
Régis, Ana Lúcia Rissoni dos Santos
Palavras-chave: Vigilancia epidemiológica
Política alimentar
Regionalização da medicina
Saúde pública
Data do documento: 2015
Membros da banca: Silva, Marcelo Esutáquio
Lamounier, Joel Alves
Silva, Camilo Adalton Mariano da
Régis, Ana Lúcia Rissoni dos Santos
Referência: CARVALHO, Isabela Peres. O Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional em Minas Gerais : estrutura organizacional e operacional, recursos humanos, materiais e financeiros segundo as Gerências Regionais de Saúde. 2015. 107 f. Dissertação (Mestrado em Saúde e Nutrição) - Escola de Nutrição, Universidade Federal de Ouro Preto, Escola de Nutrição, Ouro Preto, 2015.
Resumo: O Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional foi criado em 1990 e recentemente passou a ser operacionalizado via internet, sendo utilizado para monitorar o estado alimentar e nutricional da população. Apesar de objetivar a facilidade no acesso e a praticidade de gestão, o SISVAN-web ainda contém problemas na estrutura dos serviços. Nesse sentido, o presente estudo objetivou descrever a estrutura organizacional e operacional, recursos humanos, materiais e financeiros para execução do SISVAN-web, segundo a regionalização do estado de Minas Gerais. Trata- se de um estudo transversal descritivo com apresentação de amostras de 26 Gerências Regionais de Saúde (GRS) do estado de Minas Gerais, de modo que, para a coleta de dados foi enviado um questionário semiestruturado ao gestor regional responsável. A análise foi realizada com base na estatística descritiva, utilizando o software Stata® 12.0. As GRS estudadas representaram 92,8% (n=26) e quanto ao perfil dos coordenadores, 48% (n=12) tinham especialização, 56% (n=13) tinham formação que não da área da saúde e, finalmente, 95,83% (n=23) realizavam outras funções além do SISVAN. Sobre os recursos humanos a maioria das GRS 78% (n=18) carecia de pessoal, uma vez que não existia capacitação da equipe responsável em 73% (n=17) das GRS. No que concerne aos recursos materiais, 48% (n= 12) não tinham veículo disponível. Com relação aos incentivos para implantação do SISVAN-web, 47% (n=11) não receberam nenhum recurso. No tocante à periodicidade na geração de relatórios, 43,81% (11) informaram enviar mensalmente. Em 50% (n=13) das GRS não existia determinação na frequência de relatórios gerados. Em relação aos indicadores, 69% (n=16) das GRS relataram ter dados insuficientes para gerar estatística do consumo alimentar. Em termos de usabilidade da informação, 65,22% (n=15) das GRS não a utilizavam. Diante de toda problemática, foram relatadas como principais dificuldades: a inexistência de recursos financeiros, a falta de sensibilização dos gestores e a alta rotatividade profissional. Em suma, a regionalização deveria contribuir com a otimização do SISVAN-web, através da atuação dos gestores regionais na assessoria e fiscalização dos municípios, assim como o uso das informações para a administração pública como atitude de vigilância nutricional para o controle epidemiológico. Contudo, todas essas atribuições estavam limitadas devido à falta de estrutura física, carência em recursos humanos, financeiros e de informática.
Resumo em outra língua: The Food and Nutrition Surveillance System (SISVAN-web) is a system recently operated via internet, used to monitor the food and nutritional status of the population. Even though it objectifies the ease of access and the practicality of management, the SISVAN-web still contains problems arising from the computerization, consequently from the need for infrastructure, human resources and health management. In this sense, the present study aimed to describe the organizational structure, human resources, material and financial and operational characteristics of the regional health managers of the state of Minas Gerais for the execution of the SISVAN-web. It is a descriptive cross-sectional study. The sample consisted of 26 Regional Health Managers (GRS) of the state of Minas Gerais. For data collection it was sent a semi-structured questionnaire to the regional manager of health responsible for the SISVAN. The analysis was based on the literature studied and the descriptive statistics, using the Stata® software, version 12.0. The GRS studied represented 92,8% (n=26). Regarding the profile of the SISVAN‘s coordinators, 48% (n=12) had specialization, 56% (n=13) had other training than in the health area, 95,83% (n = 23) performed other functions apart from the SISVAN. As for human resources, most of the GRS, 78% (n = 18), lacked of people. There was no capacity of the team responsible for the SISVAN in 73% (n=17) of the GRS. In what concerns to the material resources, 48% (n=12) had no vehicle available. In 24% (n=6), there was no supervision for the SISVAN-web’s implantation. As for incentives for the SISVAN-web implantation, 47% (n = 11) received no resource. About the periodicity of the reporting, 43.81% (11) informed they send monthly. In 50% (n=13) of the GRS, there was no determination of the frequency of the generated reports. Regarding to the indicators, 69% (n=16) of the GRS reported having insufficient data to generate food consumption data. In terms of information usability, 65,22% (n=15) of the GRS did not use it. As for the SISVAN-web’s advantages, it was highlighted by most of them the agility in data transmission. The main difficulties related to the SISVAN-web’s operation were the lack of financial resources, the lack of awareness of managers and the high staff turnover. However, all these assignments were limited due to the lack of physical infrastructure, shortage in human, financial and informatics resources.
Descrição: Programa de Pós-Graduação em Saúde e Nutrição. Escola de Nutrição, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/7549
Licença: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo autor, 31/03/2016, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Aparece nas coleções:PPGSN - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_SistemaVigilânciaAlimentar.pdf2,25 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciado sob uma Licença Creative Commons Creative Commons