Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6352
Título: Marcadores de desnutrição na infância, idade da menarca e síndrome metabólica em participantes do Estudo de Saúde do Adulto (ELSA-BRASIL).
Autor(es): Briskiewicz, Bruna Lucas
Orientador(es): Gonçalves, Luana Giatti
Amaral, Joana Ferreira do
Palavras-chave: Síndrome metabólica
Obesidade
Peso ao nascer
Menarca
Data do documento: 2015
Referência: BRISKIEWICZ, Bruna Lucas. Marcadores de desnutrição na infância, idade da menarca e síndrome metabólica em participantes do Estudo de Saúde do Adulto (ELSA-BRASIL). 2015. 77f. Dissertação (Mestrado em Saúde e Nutrição) - Escola de Nutrição, Universidade Federal de Ouro Preto, Escola de Nutrição, Ouro Preto, 2015.
Resumo: A exposição a circunstâncias desfavoráveis como baixo peso ao nascer, desnutrição na infância e idade da menarca precoce influenciam no desenvolvimento da síndrome metabólica na vida adulta. OBJETIVO: O presente estudo investigou se marcadores de desnutrição pregressa, baixo peso ao nascer e baixo comprimento relativo das pernas, assim como a idade da menarca estão associados com a síndrome metabólica em participantes do Estudo Longitudinal de Saúde do Adulto (ELSA-Brasil). MÉTODOS: Trata-se de um estudo transversal que utilizou os dados de 11396 indivíduos, com idade entre 35 e 64 anos participantes da linha de base (2008-2010) do ELSA-Brasil, uma coorte de servidores públicos brasileiros. Variável resposta: Síndrome metabólica, foi adotado o critério NCEP-ATP III atualizado (AHA/NHLBI, 2005). Variáveis explicativas: Baixo peso ao nascer, baixo índice de comprimento das pernas e idade da menarca. Foi estimada a prevalência de síndrome metabólica e sua associação com as variáveis explicativas categóricas por meio do qui-quadrado de Pearson com nível de significância de 5% e teste t-student para variável menarca. Foram realizadas análises múltiplas para estimar associações independentes entre síndrome metabólica e variáveis explicativas, com ajuste por potenciais fatores de confusão por meio da regressão de Poisson. Foram estimados modelos distintos, para cada variável explicativa. RESULTADOS: Observou-se uma alta prevalência de síndrome metabólica, maior entre os homens (35,7%) do que entre as mulheres (30%). Foi encontrado associação entre o baixo peso ao nascer e a síndrome metabólica entre mulheres independente de potenciais fatores de confusão (RP=1,27; IC95% 1,10-1,46), mas não para homens. Baixo índice de comprimento das pernas apresentaram maior frequência de síndrome metabólica entre os homens (RP=1,21; IC95% 1,11-1,33) e entre as mulheres (RP=1,28; IC95% 1,15-1,42). A cada um ano a mais da idade da menarca entre mulheres diminuiu 5% a frequência de síndrome metabólica após ajuste por fatores de confusão (RP=0,95; IC95% 0,93-0,97). CONCLUSÃO: O presente estudo constatou que marcadores de desnutrição pregressa, baixo peso ao nascer, baixo índice de comprimento das pernas e idade da menarca tem associação independente com a síndrome metabólica, entre mulheres. O baixo índice de comprimento das pernas teve associação independente com a síndrome metabólica, no entanto não houve associação entre baixo ao nascer e síndrome metabólica entre os homens. __________________________________________________________________________________
ABSTRACT : Exposure to adverse circumstances such as low birth weight, malnutrition in childhood and early menarche age have influence in the development of metabolic syndrome in adulthood. AIMS: The present study investigates whether previous markers of malnutrition, low birth weight and low relative leg length, as well as age at menarche is associated with the metabolic syndrome in participants from the Longitudinal Study of Adult Health (ELSA-Brasil). METHODS: The cross-sectional study using data from 11396 individuals aged between 35 and 64 years participants the baseline (2008-2010) of the ELSA-Brasil, a cohort of Brazilian public servants. Different models were estimated for each explanatory variable. Response variable: Metabolic syndrome, we adopted the NCEP-ATP III criteria updated (AHA/NHLBI, 2005). Explanatory variables: Low birth weight, legs-length index and age at menarche. The prevalence of metabolic syndrome and its association with categorical explanatory variables were estimated using Pearson chi-square test with a significance level of 5% and the Student t test for variable menarche. Multiple analyzes were performed to estimate independent associations between metabolic syndrome and explanatory variables, with adjustment for potential confounders factors by Poisson regression. RESULTS: Showed a high prevalence of metabolic syndrome was higher among men (35.7%) than among women (30%). It was found an association between low birth weight and metabolic syndrome among women independent of potential confounders factors (RP=1.27; 95% IC=1.10-1.46), but not for men. Low legs-length index have a higher frequency of metabolic syndrome among men (RP = 1.21; 95% IC 1.11-1.33) and among women (RP=1.28; 95% IC 1.15-1.42). To each additional year of age at menarche among women lowers 5% the frequency of metabolic syndrome after adjustment for confounders factors (RP=0.95; 95% IC 0.93-0.97). CONCLUSIONS: The present study found that low birth weight, low legs-length index and age at menarche have independent association with the metabolic syndrome among women. Among the low rate of the l legs-length of the men have independently associated with metabolic syndrome, but not between low birth and metabolic syndrome. The low legs-length index was independently associated with metabolic syndrome, however there was no association between low birth and metabolic syndrome among men.
Descrição: Programa de Pós-Graduação em Saúde e Nutrição. Escola de Nutrição, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6352
Licença: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo autor, 21/02/2016, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Aparece nas coleções:PPGSN - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_MarcadoresDesnutriçãoInfância.pdf1,74 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.