Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6116
Título: Validação de método de cromatografia líquida para a determinação de sete ácidos graxos voláteis intermediários da digestão anaeróbia.
Título(s) alternativo(s): Validation of a liquid chromatography methodology for the analysis of seven volatile fatty acids intermediates of anaerobic digestion.
Autor(es): Mesquita, Patrícia da Luz
Afonso, Robson José de Cássia Franco
Aquino, Sergio Francisco de
Leite, Gustavo de Sousa
Palavras-chave: Ácidos graxos voláteis
Cromatografia líquida de alta eficiência
Data do documento: 2013
Referência: MESQUITA, P. da L. et al. Validação de método de cromatografia líquida para a determinação de sete ácidos graxos voláteis intermediários da digestão anaeróbia. Engenharia Sanitária e Ambiental, v. 28, p. 295-302, 2013. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/esa/v18n4/1413-4152-esa-18-04-00295.pdf>. Acesso em: 21 out. 2015.
Resumo: Ácidos graxos voláteis (AGV) são importantes compostos intermediários indicadores da digestão anaeróbia. Este artigo apresenta dados de validação de uma metodologia para análise de uma mistura de sete AGV (C1 a C5) em amostras ambientais por cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE). Foi utilizada uma coluna de exclusão iônica a 55ºC, volume de injeção de 10 μL e fase móvel (0,01 mol.L-1 H2SO4) a 0,6 mL.min-1. Os critérios de validação foram: limites de detecção e de quantificação, que ficaram na faixa de 5,0 a 10 mg.L-1 e 15 a 30 mg.L-1, respectivamente; linearidade (comprovada para todos os ácidos); repetitividade e sensibilidade (muito boa para a maioria dos ácidos); efeito de matriz (efeito de supressão observado para o ácido isobutírico) e exatidão (85 a 104%). Sendo assim, as condições operacionais adotadas se mostraram válidas para a quantificação de AGV em efluentes de reatores anaeróbios. ____________________________________________________________________________________
ABSTRACT: Volatile fatty acids (VFA) are important intermediate compounds that somehow indicate the efficiency of anaerobic systems. This paper presents results of method validation for seven VFA (C1 to C5) analysis in environmental samples by high performance liquid chromatography (HPLC). It was used an ion exclusion column kept at 55ºC; injection volume of 10 μL and mobile phase (0.01 mol.L-1 H2SO4) at 0.6 mL.min-1. The validation criteria adopted were: limits of detection and quantification, that fell in the ranges of 5.0 –10 mg.L-1 and 15–30 mg.L-1, respectively; linearity (verified for all acids); repeatability and sensibility (very good for most acids); matrix effect (suppression effect observed for isobutyric acid) and accuracy (from 85 to 104%). Therefore, the operational conditions adopted seemed to be adequate and valid to measure VFA in samples from anaerobic reactors.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6116
ISSN: 18094457
Licença: Todo o conteúdo do periódico Engenharia Sanitária e Ambiental, exceto onde identificado, está licenciado sob uma licença Creative Commons que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho em qualquer suporte ou formato desde que sejam citados o autor e o licenciante. Fonte: < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_serial&pid=1413-4152&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 21 out. 2015.
Aparece nas coleções:DEQUI - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_ValidaçãoMétodoCromatografia.pdf725,75 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.