Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6067
Título: Evidence of Borrelia in wild and domestic mammals from the state of Minas Gerais, Brazil.
Título(s) alternativo(s): Evidência de Borrelia em mamíferos silvestres e domésticos no Estado de Minas Gerais, Brasil.
Autor(es): Montandon, Carlos Emmanuel
Yoshinari, Natalino Hajime
Milagres, Bruno Silva
Mazioli, Rafael
Gomes, Gabriel Guimarães
Moreira, Higo Nasser
Padilha, Amanda de Freitas
Wanderley, Guido Gomes
Mantovani, Elenice
Galvão, Márcio Antônio Moreira
Langoni, Helio
Mafra, Cláudio Lísias
Palavras-chave: Lyme disease
Baggio Yoshinari syndrome
Tick-borne diseases
Borreliosis
Borreliose
Data do documento: 2014
Referência: MONTADON, C. E. et al. Evidence of Borrelia in wild and domestic mammals from the state of Minas Gerais, Brazil. Revista Brasileira de Parasitologia Veterinária, v. 23, p. 287-290, 2014. Dispoinível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbpv/v23n2/0103-846X-rbpv-23-02-287.pdf>. Acesso em: 21 out. 2015.
Resumo: O principal objetivo do estudo foi avaliar a presença de infecção por Borrelia burgdorferi em vertebrados domésticos e silvestres e ectoparasitas em áreas endêmicas do estado de Minas Gerais, Brasil. Um total de 445 amostras de soro foram examinadas por ELISA, onde usou-se a cepa americana G39/40 de Borrelia burgdorferi e 3.821 amostras de carrapatos foram testados pela reação em cadeia da polimerase (PCR). Anticorpos anti -B. burgdorferi foram encontrados em 30 amostras de soro (6,74%); três marsupiais (7,69%), três em roedores (2,80%), em nove cães (6,25%) e 15 em cavalos (9,68%). Nested-PCR realizada em amostras de DNA obtidas a partir de carrapatos coletados demonstraram resultados negativos. Apesar das tentativas para amplificar o DNA de B. burgdorferi a partir de carrapatos não tenha sido bem sucedido, a presença de soroatividade em vertebrados sugere a possibilidade de espécies de Borrelia circulando nestas regiões. Mais pesquisas são necessárias para fornecer informações sobre a presença de Borrelia em território brasileiro e sua associação com a Síndrome de Baggio-Yoshinari. ________________________________________________
ABSTRACT: The main of the study was to evaluate the presence of Borrelia burgdorferi infection in domestic and wild vertebrates and ectoparasites in endemic areas from the state of Minas Gerais, Brazil. A total of 445 serum samples were examined by ELISA, which used the Borrelia burgdorferi strain G39/40 U.S. source and 3,821 tick samples were tested by polymerase chain reaction (PCR). B. burgdorferi antibodies were found in 30 serum samples (6.74%); three in marsupials (7.69%), three in rodents (2.80%), nine in dogs (6.25%), and 15 in horses (9.68%). Nested-PCR performed in DNA samples obtained from collected ticks demonstrated negative results. Although attempts to amplify B. burgdorferi DNA from ticks had been not successful, the presence of seroreactive vertebrates suggests the possibility the Borrelia species circulating in these regions. Further research is required to provide information on the presence of Borrelia in Brazilian territory and its association with Baggio-Yoshinari syndrome.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6067
ISSN: 19842961
Licença: Todo o conteúdo do periódico Revista Brasileira de Parasitologia Veterinária, exceto onde identificado, está licenciado sob uma licença Creative Commons que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho em qualquer suporte ou formato desde que sejam citados o autor e o licenciante. Fonte: Revista Brasileira de Parasitologia Veterinária <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_serial&pid=1984-2961&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 21 out. 2015.
Aparece nas coleções:DEMSC - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_EvidenceBorreliaWild.pdf160,03 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.