Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/5672
Título: Efeito do consumo da polpa de açaí (euterpe oleracea mart.) sobre parâmetros da cascata fibrinolítica e fatores de crescimento em mulheres jovens aparentemente saudáveis.
Autor(es): Pereira, Izabelle de Sousa
Orientador(es): Volp, Ana Carolina Pinheiro
Freitas, Renata Nascimento de
Palavras-chave: Inflamação
Açaí
Obesidade
Data do documento: 2015
Referência: PEREIRA, I. de S. Efeito do consumo da polpa de açaí (euterpe oleracea mart.) sobre parâmetros da cascata fibrinolítica e fatores de crescimento em mulheres jovens aparentemente saudáveis. 2015. 108 f. Dissertação (Mestrado em Saúde e Nutrição) - Escola de Nutrição, Universidade Federal de Ouro Preto, Escola de Nutrição, Ouro Preto, 2015.
Resumo: O excesso de adiposidade implica no aumento estresse oxidativo e inflamatório associada com a disfunção endotelial e possível liberação de citocinas que determinam funções endoteliais que podem desencadear as doenças crônicas. Tais citocinas podem ser moduladas pela composição corporal e padrão alimentar e até mesmo pelos processos inflamatórios. Por meio de frutos ricos em antocianinas como o açaí, tem-se o controle sobre os efeitos oxidativos e inflamatórios. Assim o objetivo desse trabalho foi de avaliar o efeito do consumo da polpa de açaí sobre marcadores inflamatórios, medidas antropométricas, composição corporal, parâmetros bioquímicos e dietéticos em mulheres saudáveis. O estudo avaliou 40 mulheres com idade entre 18 e 35 anos, subgrupadas em 25 eutróficas e 15 com excesso de peso, que ingeriram 200g/dia de polpa de açaí por 4 semanas, em situação de vida livre. Foi realizada a avaliação das medidas antropométricas, composição corporal, parâmetros bioquímicos e de ingestão alimentar e marcadores inflamatórios relacionados à função endotelial como inibidor do ativador de plasminogênio (PAI- 1), fibrinogênio e os fatores de crescimentos; Fator de crescimento endotelial vascular (VEGF), fator de crescimento derivado de plaquetas (PDGF– AA), fator de crescimento transformante-alfa (TGF- α) e o fator de crescimento epidérmico (EGF). Notou-se diferença significativa entre os grupos antes da intervenção exclusivamente para medidas antropométricas e de composição corporal. Após intervenção, as voluntárias com excesso de peso, aumentaram as concentrações de EGF (p=0,021) e PAI-1 (p=0,011). No entanto as dobras cutâneas (p=0,018) e gordura corporal total (p=0,016) reduziram. Para as eutróficas, houve aumento do peso (p=0,031), índice de massa corporal (p=0,028), percentual de gordura troncular (p=0,003) e prega cutânea triciptal (p=0,046). Pelos parâmetros bioquímicos houve redução das proteínas totais (p=0,049) em decorrência da diminuição da globulina (p=0,005), todavia houve a manutenção do estado nutricional para todas as voluntárias e uma significativa redução da pressão arterial sistólica (PAS) no grupo excesso de peso. Quanto à ingestão dietética, não houve alteração do padrão alimentar avaliado pelos índices para ambos os grupos e tampouco da capacidade antioxidante da dieta para todas as voluntárias não se alteraram após consumo do açaí (p=0,372). Neste trabalho, o consumo de 200g de polpa de açaí, em situação de vida livre, elevaram as concentrações de EGF e PAI-1, possivelmente por modulação do açaí sobre os parâmetros de composição corporal, dietéticos, clínicos, bioquímicos e inflamatórios. Houve uma redistribuição e redimensionamento da gordura corporal para área do tronco, sendo presumível o aumento de gordura visceral, contudo o padrão alimentar e o estado nutricional foi conservado antes e após a intervenção. _____________________________________________________________________________
ABSTRACT: Excess adiposity implies increasing oxidative and inflammatory stress associated with endothelial dysfunction and possible release of cytokines that determine endothelial functions that can trigger chronic diseases. These cytokines can be modulated by body composition and dietary pattern and even by inflammatory processes. Through fruits rich in anthocyanins and acai, has control over the inflammatory and oxidative effects. So the aim of this study was to evaluate the effect of the consumption of acai pulp on inflammatory markers, anthropometric measurements, body composition, biochemical parameters and diet in healthy women. The study evaluated 40 women aged between 18 and 35 years, subgrupadas in 25 normal weight and 15 overweight, who ate 200g / açaí pulp daily for 4 weeks, in the wild situation. The evaluation of anthropometric measurements was conducted, body composition, biochemical parameters and food intake and inflammatory markers related to endothelial function as an inhibitor of plasminogen activator (PAI-1), fibrinogen and growth factors; Vascular endothelial growth factor (VEGF), a growth factor derived from platelets (PDGF-AA), transforming growth factor-alpha (TGF-α) and epidermal growth factor (EGF). Noticed a significant difference between the groups before the intervention solely for anthropometric measurements and body composition. After intervention, the subjects overweight, increased concentrations of EGF (p = 0.021) and PAI-1 (p = 0.011). However the skin folds (p = 0.018), total body fat (p = 0.016) reduced. For normal weight, an increase of weight (p = 0.031), body mass index (p = 0.028), percentage of truncal fat (p = 0.003) and triceps skinfold thickness (p = 0.046). By biochemical parameters decreased total protein (p = 0.049) due to the decrease in globulin (p = 0.005), however there was maintaining the nutritional status for all volunteers and a significant reduction in systolic blood pressure (SBP) in excess group weight. As for dietary intake, there was no change in the dietary pattern assessed by the indices for both groups nor dietary antioxidant capacity in all volunteers did not change after açaí consumption (p = 0.372). In this work, the consumption of 200g of acai pulp in the wild situation raised concentrations of EGF and PAI-1, possibly by modulation of acai on the parameters of body composition, dietary, clinical, biochemical and inflammatory, there was a redistribution and resizing area of body fat of the trunk and presumably increased visceral fat, yet the food pattern and nutritional state was maintained before and after the intervention. Keywords: inflammation, obesity, anthocyanin, body composition, dietary pattern.
Descrição: Programa de Pós-Graduação em Saúde e Nutrição. Escola de Nutrição, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/5672
Licença: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo autor, 21/10/2015, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Aparece nas coleções:PPGSN - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_EfeitoConsumoPolpaAçaí.pdf2,79 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciado sob uma Licença Creative Commons Creative Commons