Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/4699
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorVerly Júnior, Eliseu-
dc.contributor.authorBronhara, Bruna-
dc.contributor.authorFernandes, M. C. S.-
dc.contributor.authorLima, Cláudia Aparecida Marliére de-
dc.date.accessioned2015-03-20T17:22:32Z-
dc.date.available2015-03-20T17:22:32Z-
dc.date.issued2008-
dc.identifier.citationVERLY JÚNIOR, E. et al. Diagnóstico nutricional de crianças de zero a cinco anos atendidas pela Rede Pública Municipal de Saúde de Ouro Preto-MG. Nutrire, v. 33, p. 71-81, 2008. Disponível em: <http://www.revistanutrire.org.br/files/v33n3/v33n3a06.pdf>. Acesso em: 08 nov. 2014.pt_BR
dc.identifier.issn2316-7874-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/4699-
dc.description.abstractO diagnóstico nutricional de crianças permite aferir as condições de saúde e de vida de uma população. Diante disso, o objetivo deste artigo é caracterizar o estado nutricional das crianças de zero a cinco anos cadastradas no banco de dados do SISVAN do município de Ouro Preto-MG. Incluíram-se, no estudo, 2490 crianças atendidas pela Rede Municipal de Saúde, cadastradas no banco de dados do SISVAN em 2006. Selecionaram-se os dados de peso, altura, sexo e idade para avaliação dos índices peso/altura, altura/idade e peso/ idade. Para classifi cação do estado nutricional, considerou-se em défi cit nutricional todas as crianças que apresentaram esses índices dois escores z abaixo do valor médio da população padrão e com excesso de peso as crianças cujos índices peso/altura e peso/idade estavam dois escores z acima do valor médio. Os resultados mostraram que mais de 30% das crianças estudadas apresentavam déficit nutricional até 1 ano de idade. Houve, aproximadamente, 4% de defi ciência no índice peso/altura, 5% no peso/idade e 10% de defi ciência estatural. Não houve diferença entre as categorias de estado nutricional e o sexo. Os resultados apontam para a necessidade de manutenção do sistema de vigilância nutricional para prevenção e correção dos problemas nutricionais.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectNutritional statuspt_BR
dc.subjectChildpt_BR
dc.subjectVigilância nutricionalpt_BR
dc.subjectEstado nutricionalpt_BR
dc.titleDiagnóstico nutricional de crianças de zero a cinco anos atendidas pela Rede Pública Municipal de Saúde de Ouro Preto-MG.pt_BR
dc.title.alternativeNutritional assessment of children up to 5 years old assisted by the public health system in Ouro Preto-MG.pt_BR
dc.typeArtigo publicado em periodicopt_BR
dc.rights.licenseA Revista Nutrire permite que o Repositório Institucional da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) deposite uma cópia eletrônica dos artigos publicados por esse periódico  em que ao menos um dos autores faça parte da comunidade cientifica da UFOP. Fonte: Licença concedida mediante preenchimento de formulário em 27 jan. 2015.pt_BR
dc.description.abstractenThe nutritional assessment of children allows to evaluate the health and life conditions in a population. Thus, the aim of this paper is to characterize the nutritional status of children up to 5 years old registered within SISVAN database in the city of Ouro Preto-MG. A total of 2490 children registered within SISVAN during a couple of months in 2006 were included. Information about weight, height, gender and age were selected for assessing the nutritional adequacy of the following anthropometric indexes: weight/ height, height/age and weight/age ratios. For classifying the nutritional status, children presenting such ratios with values of 2 z scores below the standard population mean were considered undernourished, whilst children presenting weight/height and weight/age ratios with values of 2 z scores above the standard population mean were considered overweight. The results showed that more than 30% of the subjects were aged one year or younger. About 4% of the subjects presented unsatisfactory weight/height ratios, 5% had unsatisfactory weight/age ratios and 10% were defi cient in height/age ratios. There were no differences between nutritional status and gender. The results point out the need for maintaining the nutritional surveillance system in order to prevent and correct nutritional disorders.-
Appears in Collections:DENCS - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_DiagnósticoNutricionalCrianças.pdf538,41 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.