Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/4079
Título: Assessment of acute physiological demand for soccer.
Título(s) alternativo(s): Avaliação da demanda fisiológica aguda no futebol.
Autor(es): Coelho, Daniel Barbosa
Pimenta, Eduardo Mendonça
Veneroso, Christiano Eduardo
Pacheco, Diogo Antônio Soares
Pereira, Emerson Rodrigues
Coelho, Leonardo Gomes Martins
Silami-Garcia, Emerson
Palavras-chave: Biological markers
Creatine kinase
Soccer
Testosterone
Data do documento: 2013
Referência: COELHO et al. Assessment of acute physiological demand for soccer. Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano. Florianópolis, , v. 15, n. 6, p. 667-676, 2013. Disponível em: <https://periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/article/view/1980-0037.2013v15n6p667/25366>. Acesso em: 09 out. 2014.
Resumo: Soccer is a sport practiced worldwide, on all continents. It is considered an intermittent activity of high intensity and long duration, in which movements that require great strength and speed, such as jumps and sprints, result in high levels of muscle microtrauma, hampering athletes’ training and recovery. The present study aimed to evaluate the magnitude of changes in different markers of physiological demand resulting from a soccer match in healthy individuals. Ten healthy male physical education students participated in the study and were evaluated in two matches: the semi-final and final games of the college tournament at the federal university where they studied. Blood samples were collected from each volunteer pre- and post-match. Cortisol, IL-6 and CK concentrations were increased after the match (p < 0.05). Testosterone and alpha-actin concentrations did not change. Our results indicate that changes in some of the acute response markers evaluated in players before and after competitive soccer matches provide important information for planning training or recovery, as well as nutritional strategies for improving performance. _____________________________________________________________________
ABSTRACT: O futebol é um esporte de abrangência mundial praticado em todos os continentes. É considerada uma atividade intermitente, de alta intensidade e longa duração, na qual as ações de grande força e velocidade como saltos e sprints implicam altos níveis de microtrauma muscular, atrapalhando o treinamento e a recuperação dos atletas. O propósito deste trabalho foi avaliar a magnitude das alterações de diferentes marcadores da demanda fisiológica em indivíduos saudáveis decorrentes de um jogo de futebol. Participaram do estudo, dez homens considerados saudáveis, estudantes de Educação Física. Os indivíduos foram avaliados em dois jogos, sendo a semifinal e a final do torneio universitário da universidade federal onde estudavam. A amostra sanguínea foi retirada de cada voluntário nos momentos pré e pós-jogo. Resultados: As concentrações de Cortisol, IL-6 e CK, apresentaram aumento pós--jogo (p<0,05). As concentrações de Testosterona e alfa-actina não se alteraram. Pode-se concluir que as alterações em parte dos marcadores das respostas agudas avaliados em jogos competitivos de futebol fornecem informações importantes para o planejamento de métodos de treinamento, recuperação ou estratégias nutricionais para o aperfeiçoamento do esporte.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/4079
ISSN: 19800037
Licença: "Permite cópia e distribuição dos artigos para fins não comerciais. Permite o armazenamento da versão pós-print. Fonte: Diadorim <http://diadorim.ibict.br/handle/1/236>. Acesso em 09 out. 2014. "
Aparece nas coleções:DEEFD - Artigos Publicados em Periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_AssessmentAcutePhysiological.pdf158,35 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.