Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/3489
Título: Efeito do consumo da polpa de açaí (Euterpe oleracea Mart.) sobre as concentrações das moléculas de adesão e quimiocinas, medidas antropométricas, de composição corporal, parâmetros bioquímicos e dietéticos em mulheres jovens.
Autor(es): Vieira, Renata Adrielle Lima
Orientador(es): Volp, Ana Carolina Pinheiro
Freitas, Renata Nascimento de
Oliveira, Fernando Luiz Pereira de
Palavras-chave: Obesidade
Inflamação
Moléculas de adesão celular
Açaí
Data do documento: 2014
Referência: VIEIRA, R. A. L. Efeito do consumo da polpa de açaí (Euterpe oleracea Mart.) sobre as concentrações das moléculas de adesão e quimiocinas, medidas antropométricas, de composição corporal, parâmetros bioquímicos e dietéticos em mulheres jovens. 2014. 85 f. Dissertação (Mestrado em Saúde e Nutrição) - Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2014.
Resumo: A obesidade está relacionada com a inflamação subclínica,sendo as moléculas de adesão e quimiocinas, responsáveis pelo papel crucial na aderência de células nas superfícies endoteliais e na integridade da parede vascular. Tais marcadorespodem ser moduladas pela composição corporal e padrão alimentar. O açaí é um fruto rico em antocianinas, fitoesteróis e ácidos graxos insaturados e possui efeitos antioxidativos e anti-inflamatórios. O objetivo do estudo foi avaliar o efeito do consumo da polpa de açaí sobre as concentrações das moléculas de adesão, quimiocinas, medidas antropométricas, composição corporal, parâmetros bioquímicos e dietéticos em mulheres jovens. Trata-se de um estudo de intervenção nutricional com dois grupos de voluntárias, um de eutróficas (IMC: 18,5-24,9 Kg/m²) e outro com excesso de peso (IMC: 26-35 Kg/m²), idade entre 18 e 35 anos, que consistiu na ingestão de 200g de polpa de açaí durante 4 semanas, em situação de vida livre. Medidas antropométricas, composição corporal, mediadores inflamatórios (P-selectina, VCAM-1, ICAM-1, MCP-1 e fractalkine), dados bioquímicos, ingestão dietética e padrão alimentar por meio dos índices de qualidade da dieta foram avaliados antes e após a intervenção. Utilizou-se o teste de Kolmogorov Sminorv para verificar a normalidade dos dados. Além disso, para os marcadores inflamatórios realizou-se transformação Log. A comparação entre grupos foi realizada mediante o teste t Student ou U-Mann-Whitney. O teste t pareado ou teste de Wilcoxon foi utilizado para avaliar as mudanças nas variáveis antes e após a intervenção. As análises estatísticas foram efetuadas utilizando-se o programa PASW, sendo considerado o nível de significância estatística de 5% de probabilidade. Foram avaliadas 34 voluntárias, 24 eutróficas e 10 com excesso de peso.Após intervenção, houve aumento significativo no peso (p=0,045), IMC (p=0,020), índice de adiposidade troncular (p=0,038) e percentual de gordura troncular (p=0,002) para todas as voluntárias. Ao passo que a dobra cutânea tricipital (p=0,036), bicipital (p=0,018), área adiposa do braço (p=0,041) e o índice de conicidade (p=0,037) reduziram significativamente. Juntamente a isso, houve redução das proteínas totais (p=0,035) em decorrência da diminuição da globulina (p=0,014) e consequente aumento da relação albumina/globulina (p=0,008) para as voluntárias eutróficas. Entre as moléculas de adesão houve aumento significativo da VCAM-1 (p=0,022) para todas as voluntárias e quando estratificado esse aumento manteve-se nas eutróficas (p=0,003). Para as outras moléculas não houve mudança significativa após intervenção. Quanto à ingestão dietética, foi observado diminuição do ácido graxo monoinsaturado (p=0,033) e aumento de fibras (p<0,001) para todas as voluntárias.Já para os índices dietéticos não houve mudança significativa após intervenção.Portanto, o consumo de 200 g de polpa de açaí durante 4 semanas, em situação de vida livre, manteve o estado nutricional avaliado pelas proteínas totais, por outro lado, aumentou a gordura troncular, as concentrações de VCAM-1e manteve o padrão alimentar de mulheres jovens e saudáveis. ____________________________________________________________________________
ABSTRACT: Obesity is associated with subclinical inflammation. The adhesion molecules and chemokines are responsible for crucial role in adherence of endothelial cells surfaces and in the integrity of the vascular wall. Such markers can be modulated by the body’s composition and dietary patterns. The acai berry is rich in anthocyanins, phytosterols and unsaturated fatty acids and has antioxidativos and anti-inflammatory effects. The objective of this study was to evaluate the effect of the consumption of acai pulp with its concentration of adhesion molecules, chemokines, anthropometric measurements, body composition, dietary and biochemical parameters in young women. It is a nutritional intervention study with two groups of volunteers, one of normal weight (BMI: 18.5-24.9 Kg / m²) and another overweight (BMI: 26-35 Kg / m²), age between 18 and 35, which consisted of the ingestion of 200g of acai pulp for 4 weeks, in free life. Anthropometric measurements, body composition, inflammatory mediators (Pselectin, VCAM-1, ICAM-1, MCP-1 and fractalkine), biochemical data, dietary intake and dietary patterns through indices of diet quality were evaluated before and after intervention. We used the Kolmogorov Sminorv test to verify the normality of the data. Furthermore, a log transformation of the molecules was performed. A paired t test or a Wilcoxon test was used to assess changes in variables before and after intervention. Statistical analyses were performed using PASW program, considered the statistical significance level of 5% probability. We had a total of thirty-four (34) volunteers, twenty-four (24) normal weight and ten (10) overweight. After intervention, there was a significant increase in weight (p = 0.045), BMI (p = 0.020), truncal adiposity index (p = 0.038) and percentage of truncal fat (p = 0.002) in all volunteers. Whereas triceps skinfold thickness (p = 0.036), biceps (p = 0.018), arm fat area (p = 0.041) and conicity index (p = 0.037) reduced significantly. When stratified by groups, normal weight increased weight (p = 0.036), BMI (p = 0.030) and percentage of truncal fat (p = 0.005) and voluntary overweight reduced the triceps skinfold thickness (p = 0.046). Coupled to this, there was a reduction of total protein (p = 0.035) due to decreased globulin (p = 0.014) and consequent increase in albumin / globulin (p = 0.008) compared to normal weight volunteers. Among the adhesion molecules there was a significant increase in VCAM-1 (p = 0.022) in all volunteers and when stratified, this increase remained at normal weight (p = 0.003). For the other molecules there were no significant changes after intervention. As to food intake, decreased monounsaturated fatty acid (p = 0.033) and increase fiber (p <0.001) for all volunteers was observed. As for the dietary indexes there were no significant changes after intervention. Therefore, consumption of 200 g of acai pulp for 4 weeks, in free life, kept the nutritional status as assessed by total protein, on the other hand, increased truncal fat, concentrations of VCAM-1 and kept the dietary pattern healthy young women.
Descrição: Programa de Pós-Graduação em Saúde e Nutrição. Escola de Nutrição, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/3489
Licença: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo autor(a), 26/02/2014, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 3.0, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Aparece nas coleções:PPGSN - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_EfeitoConsumoPolpa.pdf2,69 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciado sob uma Licença Creative Commons Creative Commons