Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/14379
Title: Marcos sociogeográficos e arqueologia de Ventarrón-Collud : fisiografia, lugares persistentes e paisagem para compreensão das ocupações humanas na Costa Norte peruana.
Other Titles: Ventarrón-collud's sociogeographic marks and archeology : physiography, persistent places and landscape for understanding of human occupations in the Peruvian North Coast.
Authors: Fagundes, Marcelo
Suner, Marcia Maria Arcuri
Gontijo, Bernardo Machado
Meneses, Ignácio Alva
Vasconcelos, Alessandra Mendes de Carvalho
Bueno, Flávia Brasil
Keywords: Geografia sagrada
Cerro Ventarrón
Collud-Zarpán
Central Andes
Issue Date: 2020
Citation: FAGUNDES, M. et al. Marcos sociogeográficos e arqueologia de Ventarrón-Collud: fisiografia, lugares persistentes e paisagem para compreensão das ocupações humanas na Costa Norte peruana. Revista GeoUECE, Fortaleza, v. 9, n. 17, p. 24-48, jul./dez. 2020. Disponível em: <https://revistas.uece.br/index.php/GeoUECE/article/view/2224>. Acesso em: 25 ago. 2021.
Abstract: As estruturas do Complexo Arqueológico Ventarrón-Collud ocupam uma área de mais de 300 hectares do Vale de Lambayeque, no entorno da serra Ventarrón, à margem direita do rio Reque. Na sua vertente Oeste encontram-se os sítios arqueológicos Huaca Ventarrón e Collud-Zarpán, distantes entre si em menos de um quilômetro. Quando observadas em conjunto, as estruturas desse complexo formam uma das sequências estratigráficas mais extensas até hoje conhecidas na arqueologia dos Andes Centrais (4.600 a 500 A.P). Esse artigo tem como objetivo discutir acerca dessas estruturas a partir da hipótese de que humanos se apropriam da fisiografia regional para além da materialidade, observando signos que são lidos e interpretados (os marcos sociogeográficos), sendo que a partir deste momento se estabelecem os lugares utilizados em longa duração (os lugares persistentes).
metadata.dc.description.abstracten: The structures of the Ventarrón Collud archaeological complex occupy an area of over 300 hectares of the Lambayeque Valley, surrounding the Ventarrón Hill, on the right bank of the Reque River. On its western slope are the archaeological sites Huaca Ventarrón and Collud-Zarpán, less than a kilometer apart, where their structures were one of the most extensive stratigraphic sequences known in the Central Andes archaeology (4,600 to 500 BC). This article aims to discuss about these structures from the hypothesis that humans appropriate the regional physiography beyond materiality, observing signs that are read and interpreted (the sociogeographic marks), and from this moment the places used are established in long term (the persistent places).
URI: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/14379
ISSN: 2317-028X
metadata.dc.rights.license: O periódico GeoUECE permite a redistribuição, não comercial, desde que a obra original não seja modificada e que seja atribuído o crédito ao autor da obra original (CC BY-NC-ND). Fonte: Diadorim <https://diadorim.ibict.br/handle/1/3131>. Acesso em: 23 ago. 2021.
Appears in Collections:DEMUL - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_MarcosSociogeográficosArqueologia.pdf872,46 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.