Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/13303
Title: Pessoas com deficiência, acesso e permanência na Universidade Federal de Ouro Preto.
Authors: Silva, Ana Carolina Alves
metadata.dc.contributor.advisor: Torres, Marco Antônio
Keywords: Educação superior
Pessoa com deficiência
Educação inclusiva
Issue Date: 2021
metadata.dc.contributor.referee: Torres, Marco Antônio
Nunes, Célia Maria Fernandes
Gonçalves, Taísa Grasiela Gomes Liduenha
Citation: SILVA, Ana Carolina Alves. Pessoas com deficiência, acesso e permanência na Universidade Federal de Ouro Preto. 2021. 131 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2021.
Abstract: A presente pesquisa investigou possibilidades, dificuldades e limites no acesso e permanência de pessoas com deficiência no Ensino Superior. Para tanto, foi realizado um levantamento de referências bibliográficas pertinentes e foi escolhida a Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) como campo de pesquisa. Para construção de nossos dados foram utilizadas informações e relatos a partir de uma entrevista com um servidor que trabalha diretamente com essa questão na universidade e de uma entrevista narrativa com uma graduanda do Curso de Jornalismo, que se autodefine como pessoa com deficiência. Nosso estudo faz parte do momento histórico em que as pessoas com deficiência estão sendo reconhecidas pela formalização de seus direitos, por políticas de direitos humanos e/ou normativas nacionais, como, por exemplo, a lei de Cotas (BRASIL, 2012),que garante o acesso às universidades, e que também reverbera na universidade estudada pela pesquisa. Nesse sentido, dialogamos com autores que se mostraram importantes para a análise da temática por trabalharem com conceitos acerca da educação inclusiva e da pessoa com deficiência, como Almeida (2005), Ferreira (1994), Jannuzzi (2006), Caiado (2007), Correia (1999), Glat (2004), entre outros, juntamente com a noção de reconhecimento em Butler (2015), que se refere às possibilidades de se produzir certa inteligibilidade ao sujeito, diante do outro, da comunidade e de si mesmo. Também foram utilizadas as concepções de narrativa por Flick (2009), Muylaert et al. (2014), Larrosa (2000) e Passegi (2009). Assim, a partir das investigações de campo e dos estudos bibliográficos, foi possível observamos a importância da existência de um núcleo de educação inclusiva, que trabalha pela busca da garantia dos direitos das pessoas com deficiência no contexto da UFOP cujo histórico é bastante relevante. Também constatamos, através narrativa, que se tornou norteadora da pesquisa, a relevância da presença das redes de solidariedade no processo de reconhecimento de si, que evoca uma perspectiva pós-estruturalista e de uma posição política crítica às noções capacitistas da educação.
metadata.dc.description.abstracten: The present research investigated possibilities, difficulties and limits in the access and permanence of people with disabilities in Higher Education. To this end, a survey of relevant bibliographic references was carried out and the Federal University of Ouro Preto (UFOP) was chosen as the research field. For the construction of our data, information and reports were used from an interview with a server who works directly with this issue at the university and from a narrative interview with a graduate student in the Journalism Course, who defines himself as a person with disabilities. Our study is part of the historical moment in which people with disabilities are being recognized for the formalization of their rights, by human rights policies and / or national norms, such as, for example, the Quotas law (BRASIL, 2012), which guarantees access to universities, and that also reverberates in the university studied by the research. In this sense, we spoke with authors who were important for the analysis of the theme because they work with concepts about inclusive education and people with disabilities, such as Almeida (2005), Ferreira (1994), Jannuzzi (2006), Caiado (2007), Correia (1999), Glat (2004), among others, together with the notion of recognition in Butler (2015), which refers to the possibilities of producing a certain intelligibility to the subject, to the other, to the community and to himself. The concepts of narrative by Flick (2009), Muylaertet al. (2014), Larrosa (2000) and Passegi (2009). Thus, from field investigations and bibliographic studies, it was possible to observe the importance of the existence of an inclusive education nucleus, which works to seek the guarantee of the rights of people with disabilities in the context of UFOP whose history is quite relevant. We also found, through a narrative, which became the guiding principle of the research, the relevance of the presence of solidarity networks in the process of self-recognition, which evokes a post-structuralist perspective and a political position critical to the capacitist notions of education.
Description: Programa de Pós-Graduação em Educação. Departamento de Educação, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/13303
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 13/06/2021 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:PPGEDU - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_PessoasDeficiênciaAcesso.pdf1,74 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons