Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/13269
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorNogueira, Marlice de Oliveira ept_BR
dc.contributor.authorCampidele, Daiene Aparecida-
dc.date.accessioned2021-06-14T15:41:41Z-
dc.date.available2021-06-14T15:41:41Z-
dc.date.issued2021pt_BR
dc.identifier.citationCAMPIDELE, Daiene Aparecida. Reforço escolar na ótica de professores dos anos iniciais do Ensino Fundamental: espaço/tempo de superação ou reprodução das desigualdades educacionais?. 2021. 139 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2021.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/13269-
dc.descriptionPrograma de Pós-Graduação em Educação. Departamento de Educação, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto.pt_BR
dc.description.abstractNo Brasil, o reforço escolar tem sido apontado como recurso de inclusão educacional e de redução de deficiências acadêmicas na escola básica regular, independentemente da esfera administrativa. Inserido nesta temática, a presente pesquisa investigou a influência das atividades de reforço escolar ofertadas pelas escolas públicas nos processos de escolarização dos estudantes dos anos iniciais do ensino fundamental. Para isso, nos propusemos a investigar as crenças dos professores sobre a influência do reforço escolar no processo de ensino/aprendizagem dos estudantes, buscando compreender o significado atribuído por eles a essa estratégia de apoio à escolarização nos anos iniciais do ensino fundamental. O estudo foi realizado por meio de aplicação do questionário remoto aos professores e professoras de duas escolas públicas municipais de Ouro Preto e entrevistas realizadas por meio das plataformas Google Meet com seis professoras dos anos iniciais do ensino fundamental. Os resultados apontam para evidências de vários entraves vivenciados no âmbito dos projetos de reforço escolar oferecido nas duas escolas. Essas ações de reforço eram desenvolvidas em contextos escolares permeados por muitas limitações corporificadas em carências e dificuldades tanto materiais, quanto propriamente educacionais. Há precariedade de investimento dos poderes públicos e instâncias superiores, o que reflete no trabalho pedagógico no interior da instituição, e interferem no desenvolvimento dos projetos. Além disso, as professoras, em sua maioria, apresentaram crenças bastante similares sobre a relação entre participação familiar e aprendizagem dos estudantes. Crenças estas que eram influenciadas por elementos sociais, culturais e profissionais construídos ao longo da vida pessoal, acadêmica e profissional.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsabertopt_BR
dc.subjectInclusão educacionalpt_BR
dc.subjectEnsino e aprendizagempt_BR
dc.subjectEscolarizaçãopt_BR
dc.titleReforço escolar na ótica de professores dos anos iniciais do Ensino Fundamental : espaço/tempo de superação ou reprodução das desigualdades educacionais?pt_BR
dc.typeDissertacaopt_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 27/05/2021 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.pt_BR
dc.contributor.refereeNogueira, Marlice de Oliveira ept_BR
dc.contributor.refereeSilva, Luciano Campos dapt_BR
dc.contributor.refereeCunha, Maria Amália de Almeidapt_BR
dc.description.abstractenIn Brazil, school reinforcement has been pointed out as a resource for educational inclusion and reduction of academic deficiencies in regular basic school, regardless of the administrative sphere. As part of this theme, the present research investigated the influence of tutoring activities offered by public schools on the schooling processes of students in the early years of elementary school. To do so, we proposed to investigate the teachers' beliefs about the influence of tutoring on the teaching/learning process of students, trying to understand the meaning assigned by them to this support strategy for schooling in the early years of elementary school. The study was carried out by applying a remote questionnaire to the teachers of two municipal public schools in Ouro Preto - MG and interviews conducted using Google Meet platforms with six teachers from the early years of elementary school. The results point to evidence of several obstacles experienced in the school tutoring projects offered in the two schools. These tutoring actions were developed in school contexts permeated by many limitations embodied in material and educational shortages and difficulties. There is a precariousness of investment from the public authorities and higher instances, which reflects on the pedagogical work inside the institution, and interferes in the development of the projects. In addition, most of the teachers had very similar beliefs about the relationship between family participation and student learning. These beliefs were influenced by social, cultural, and professional elements built throughout their personal, academic, and professional lives.pt_BR
Appears in Collections:PPGEDU - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_ReforçoEscolarÓtica.pdf1,38 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons